About

http://www.michelmelamed.com.br

15 Respostas para “About

  1. Passo minhas noites com todos – você….

  2. Que bom saber que você também está no WP!!!
    Leia a matéria que eu publiquei citando a série. Só exagerei um pouco com “meu pai” porque achei que você era mais velho… http://wp.me/pbwP8-39

  3. Michel Melamed,
    Hoje, 09/12/2010, acabo de assistir mais um episódio da série “Afinal, o que querem as Mulheres?” e estou sentindo algo inexplicável. Quando olho para você, nos seus olhos, ouço sua voz, sinto algo incrível, maravilhoso. Vejo uma verdade que não sei o que é! Que você é um ótimo ator, é obvio. Será que o personagem de André que me faz sentir isso? Mas como pesquisei outras de suas atuações, vi vídeos no youtube, fotos no facebook, com barba, sem barba e continuo sentindo o mesmo? Você é sensacional e gostaria muito de lhe ver mais na TV ou em filmes. Ver pessoalmente em um teatro? Sonho apenas…
    Estou te escrevendo porque não gostaria de sentir algo tão intenso, forte e bonito e que ficasse guardado dentro de mim, apesar de saber que com sua biografia, este é apenas mais um e-mail de uma fã para você, mas para mim é um escape.
    Grande Abraço e Sucesso!
    PS: Tentando entender…
    “Um grande amor não é possível e talvez, por isso, seja grande. Para que nele caiba o impossível “

  4. Não queria ser só mais uma, ainda que somente isso seja. Continuo aqui sendo apenas o invisível eu a admirar-te, enquanto tu, continuas a ser cada vez maior a ignorar-me.
    Fico aqui no meu silêncio que não te alcança, enquanto tua voz grita em meus ouvidos, me dixando surda à tudo que há, que não seja você!!
    Bjos devotos

  5. Não sei escrever tão bem quanto as meninas ai em cima, e com certeza não devo ser tão culta quanto elas, mas concordo com tudo dito, acredito que tenha sido o personagem que tenha causado esse impacto, pois ele é realmente o cara que minha mae pediu a deus como genro, não mentira, nem um cara que ela pedisse a deus seria capaz de me causar tanto …… sei la, inexplicavel rsrsrs, passei só pra dizer que o Andre marcou minha vida, e talvez tenha me deixado com um problema, sonhar com ele pra sempre e perder a vida real, mas bom, pelo menos vão ser sonhos maravilhosos, parabens por você ser você! e se possivel apareça pelo interior de minas (viçosa para ser mais especifica) seria um sonho realizado! bjoss e todo o sucesso que te fizer feliz

  6. atenciosamente… rsrsrsrsrs

    lembra? : ) … ‘mi espera’ …
    smack_smile

  7. Olá Michel, sou produtor cultural do Sesc de Curitiba – Paraná.
    Preciso de um email seu para solicitar uma autorização de publicação em um projeto que te homenageará junto a outros poetas consagrados.

    No email explicitarei melhor o projeto.
    Fico no aguardo.
    Um abraço

  8. Assitia seu programa no Canal Brasil e achava sensacional… Engraçadissimo. Só depois de um tempo fui me tocar que era você que tinha feito Capitu. Depois voltou com essa série afinal o que querem as mulheres, que foi nota 10! Com ritmo, bom texto, fotografia 10 e com a lindona da Paola de Oliveira! UUhhh!

    Legal saber que tem esse blog e que é poeta!

    Parabéns. Grande abraço!

  9. Estou encantada em conhecê-lo, sobretudo pela sua “força e doçura”! -_-” Bjs

  10. Estou encantada em conhecê-lo, sobretudo por sua “Força e Doçura”!-_-“Bjs

  11. Nao sei como escrever tamanha docura,
    pois se os olhos reflete o que minha alma encanta,
    e os meus sorrisos expressa minha admiraçao…
    Pois o ato de exercer a divindade(arte),
    que vem dos deuses e plebeus..
    nasce a sabedoria mais culta de quem ja conheceu…,
    pois minhas singelas palavras,
    nascer um botao de rosas
    nos coraçoes de outroras,
    de quem ja amou ou admirou
    um grande amor (paixao platonica)
    Erika Otisla Charys

    Adoro as ideias e as fragrâncias do idealismo do Michel Melamed,e como consequencia..admiro muito ele!

  12. Alguem sabe se o michel melamed ve ou(por sorte) responde seus ”fãs”?
    Nao talvez haja uma ”contra-aposta” ,pois se o site,ou melhor,o blog é dele,ele normalmente deve ler ou responder..né?

    É algo que estou a questionar…

    abraços!

    Erika O. C.

  13. Carolina Scali Abritta

    Sobre seewatchlook:
    vc leu Goffman? Já pensou na questão da “definição de situação”? O que é performance e o que é atividade cotidiana?
    Seu trabalho é magnífico. Traz problematizações muito, muito interessantes e discutidas, há muito, na sociologia, na antropologia e na linguística.
    Acabo de ver um pouquinho da peça em NY pelo Almanaque e me lembrei de texto um texto do Gilberto Velho que relata etnograficamente a consulta de um pai de santo, dada por curto espaço de tempo, na praia de Copacabana. Que tal? Bom começo pra um espetáculo aqui no Rio? Quando vem pra cá?

    Carolina Abritta

  14. Carolina Scali Abritta

    Começaria por The Presentation of self in everyday life do Goffman. Há uma tradução em português.
    O texto do Gilberto, eu acho, está no livro dele – Projeto e Metamorfose. Vale a pena conferir.
    Me avise, por favor, quando a peça vier pra cá. Terei grande prazer em estar lá e tb em divulgar entre colegas.
    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s